Casos de Inovação

Casos de Inovação
A A A |

Intelie

Apresentação

O estado da arte do processamento e análise de dados Empresa carioca desenvolve plataforma que captura dados de múltiplas fontes e fornece análises detalhadas em tempo real. Petrobras utiliza o sistema na operação de perfuração e completação de poços.

A empresa

• Rio de Janeiro - RJ

• Porte: Médio

• 30 Colaboradores

• Inovação de produto • Setor: TI

• Agenda da MEI: Inserção global via inovação

O projeto

A Intelie aceitou o desafio proposto pela Petrobras e desenvolveu plataforma que captura e processa dados em tempo real, provenientes das diversas sondas de perfuração, o que viabiliza a identificação, de forma precisa e rápida, de problemas críticos na operação.

No primeiro ano de utilização da plataforma Intelie, a redução de custos operacionais permitiu à Petrobras uma economia na ordem de R$ 10 milhões – relativa  à substituição de um dos softwares que a companhia usava –, sem contar os ganhos de eficiência resultantes da operação.

A Intelie Live Solution for Oil & Gas Companies – chamada de RTO Live (Real Time Operation) dentro da Petrobras – é uma plataforma extensível e flexível, que permite tanto a análise dos dados como o desenvolvimento de novas funcionalidades, com grande simplicidade de manuseio. “A interface simplificada é quase uma obsessão dentro da Intelie, algo que tratamos com o máximo cuidado, para garantir que todos os usuários da ferramenta possam fazê-lo com facilidade”, resume Ricardo Clemente sócio-fundador e atualmente diretor da operação da Intelie, em Houston/USA.

A plataforma ainda emite análises e sinais de alerta, oferecendo várias outras funcionalidades, para respaldar a tomada rápida de decisões. A maior vantagem, contudo, é que o sistema da Intelie pode ser customizado para outras atividades que lidam com grande fluxo de dados, o que abre uma perspectiva de negócios quase inesgotável.

O desenvolvimento de ferramenta tão complexa aconteceu em tempo recorde. A demanda do Centro de Pesquisa da Petrobras, feita em 2015, estabelecia prazo exíguo para a empresa apresentar uma solução para a gestão dos dados enviados pelas sondas, muitas delas com especificidades na caracterização do dado. “Nós tínhamos quatro meses para adaptar toda a nossa plataforma, ler os dados de todos os sensores de nove empresas de serviço diferentes (drillers). Para se ter uma ideia, a cada segundo, 400 sensores, em cada sonda, enviam dados”, descreve Hubert Áureo Cerqueira Lima da Fonseca, também sócio-fundador da empresa.

No prazo estipulado, a Intelie entregou uma camada de aquisição de dados, que viabilizou a captura, tratamento e disponibilização para análise e monitoria em tempo real, cortando custos operacionais. “O software Intelie é muito amigável, flexível e é uma ferramenta única na indústria de petróleo e gás”, resume Roni Abensur Gandelman, engenheiro químico da Petrobras. 

Não é à toa que o produto rapidamente despertou o interesse das fornecedoras de serviços de perfuração para a Petrobras, assim como de grandes operadoras internacionais.

Diante desse cenário tão favorável, a Intelie foi selecionada para participar do Programa G Lab, do Massachusetts Institute of Technology (MIT), em 2015, o que lhe conferiu a perspectiva de atuação internacional.

 

Tempo real

A Intelie foi fundada por quatro engenheiros eletrônicos e cientistas de computação do Rio de Janeiro. Pedro Henriques dos Santos Teixeira e Jorge Luiz de Brito Falcão, além de Ricardo e Hubert, que têm em comum o mestrado em Machine Learning e processamento de dados da PUC- RJ e a vontade de transformar o conhecimento teórico em aplicações práticas.

Em 2016, juntou-se ao grupo um quinto sócio, Lélio Souza, engenheiro que desenvolveu sua carreira profissional nas empresas Accenture e TOTVS e que acompanhava a empresa, como mentor, desde 2013.

A ideia da empresa surgiu em 2008, quando os sócios decidiram desenvolver soluções que ajudassem a prever e evitar problemas, mediante o uso de dados em tempo real. Logo surgiu o primeiro produto, chamado de Intelie Event Manager, que correlacionava dados e apontava padrões para a identificação de eventuais falhas de sistema, adquirido por um conhecido reality show da TV brasileira.

Em seguida, os sócios buscaram novos nichos, tanto no e-commerce – oferecendo ferramentas para impulsionar as vendas – como no mercado financeiro, em que bancos e seguradoras buscavam aumentar a atuação no mundo digital. O foco da Intelie sempre foi ajudar as empresas a pensar mais rápido. “Utilizando análise de dados, as empresas podem prevenir falhas e identificar oportunidades de negócio, adquirindo inteligência operacional”, resume Ricardo Clemente.

A Petrobras fez contato com a Intelie em 2012, em busca de solução para problemas de dimensionamento do peso de fluidos nos poços do pré-sal. O atendimento da solicitação acabou por transformar a empresa em provedora de soluções para o planejamento da operação de perfuração e completação da Petrobras até surgir, em 2015, a proposta de desenvolver o software de organização do fluxo de dados enviados pelas sondas de perfuração, com foco na monitoria da operação em tempo real.

A surpreendente trajetória de uma empresa, que partiu do zero e conseguiu desenvolver uma tecnologia de processamento de dados e de inteligência artificial, 100% nacional, não se restringe ao Brasil.

A empresa já abriu um escritório em Houston, Texas (EUA), considerado o centro mundial da indústria de óleo e gás, dando o primeiro passo para alcançar o objetivo dos sócios, de transformar a Intelie em uma empresa global.


Baixe o PDF para o documento completo:

Baixar PDF