O Congresso

Sobre o Congresso

O Brasil vivenciou um quadro político e econômico adverso em 2016. Períodos de crise como este tendem a pressionar e arrefecer as atividades de inovação em prol de ações com resultado de curto prazo. Por essa razão, é preciso maior determinação do setor industrial e do governo para dar seguimento à promoção e realização de projetos inovadores, de maior risco e com impactos não imediatos.

A Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI), criada em 2008 pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), trabalhou nessa direção ao longo de 2016, defendendo, nas diferentes instâncias de interlocução, uma agenda positiva para o país, com foco na ampliação da capacidade de inovação das empresas, como estratégia para se alcançar o desenvolvimento econômico e social.

Nesse sentido, a CNI se uniu mais uma vez ao Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) para a realização do 7° Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria, marcado para os dias 27 e 28 de junho de 2017, no Transamérica Expo Center, em São Paulo (SP). Em uma área de 11 mil m², o Congresso foi planejado para receber, pelo menos, três mil pessoas entre líderes empresarias; executivos e técnicos em PD&I; representantes de instituições de PD&I e de associações setoriais; dirigentes do Sistema Indústria e do Sebrae; autoridades; representantes da academia, de startups, de empresas de base tecnológica e de pequenos negócios inovadores.

Os objetivos do 7° Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria são:

  • Promover a inovação empresarial.
  • Discutir os riscos e oportunidades para o Brasil diante das inovações disruptivas;
  • Apresentar tecnologias-chave para diferentes sistemas produtivos;
  • Discutir a capacidade de resposta atual e potencial do sistema empresarial e do sistema de formação profissional;
  • Discutir propostas de aprimoramento das políticas públicas de inovação;
  • Fortalecer o desenvolvimento do ecossistema da inovação no Brasil.

Ancorado pelos temas “inovar é criar valor" e "inovações disruptivas", e alinhado ao cenário econômico mundial, o evento é uma iniciativa da MEI e reflete a busca por oportunidades que estimulem o real desenvolvimento do país, destacando a inovação como estratégia para posicionar o Brasil entre as economias mais competitivas do mundo. A busca por oportunidades em meio a um cenário de incertezas estará em evidência, uma vez que a grande chave para encontrar novas soluções e se destacar no mercado é a inovação.